Você tem apenas 30 segundos para falar o que precisa

Já imaginou conseguir falar tudo o que você precisa e ainda conseguir exatamente aquilo que quer em menos de 30 segundos? Essa é a premissa do livro “How to Get Your Point Across in 30 Seconds, or Less”, do guru da comunicação Milo O. Frank, que traz dicas bem pertinentes sobre como dizer – e conseguir – o que se quer com um discurso direto ao ponto.

De fato, ter uma comunicação verbal eficiente é um dos principais desafios de imagem que cercam profissionais de todos os níveis. Num mundo onde todo mundo faz mil coisas ao mesmo tempo e ainda divide a atenção entre atividades presenciais e digitais (as vezes eu odeio do WhatsApp, confesso!!), conseguir transmitir o que se pensa em 30 segundos – ou menos – pode ser a chave do sucesso. Mas, por incrível que pareça, não é fácil ser conciso. Preocupados em explicar a mensagem, a maioria de nós acaba sendo prolixo e perde a oportunidade de marcar o ponto na hora certa. Não é à toa que os comerciais de TV tem cerca de 30 segundos – depois desse tempo, a nossa mente começa a dispersar, e aí já passou o período de ouro da comunicação eficiente.

Então, antes que você abandone esse artigo (que já está estourando o limite dos 30 segundos de leitura 🙂), confere aqui as 10 DICAS ESSENCIAIS para construir uma mensagem curta e conseguir o resultado que você precisa:

  1. Primeiro, defina claramente o OBJETIVO da conversa. O que você espera alcançar com a mensagem? Isso vai te ajudar a não perder tempo com informações irrelevantes.

  2. Fale com a PESSOA CERTA, que pode, de fato, “resolver” a sua questão – e garanta que está entregando algo que ELE também quer!
  3. Pense num GANCHO para a sua fala e o coloque no início da conversa, para captar a atenção de quem ouve. Pode ser um uma história pessoal, algo com um toque de drama ou humor.
  4. Dica extra:tenha um “hook book”, um espaço para anotar ideias, frases, histórias que você pode usar futuramente em oportunidades de conversa. Pode ser muito útil para estimular a criatividade na hora de você mais precisar. Eu uso bastante essa ferramenta (anoto tudo o que eu acho de interessante em uma Nota no Evernote, para ter uma fonte criativa sempre a mão!)

  5. Trate sua mensagem como uma NOTÍCIA. Depois do headline chamativo, entregue as informações essenciais: o que, quando, como, onde, porquê…
  6. Conclua a mensagem com um “CALL TO ACTION” ou “Reaction”. Peça por aquilo que você quer.
  7. Seja DESCRITIVO! Use palavras que o seu ouvinte irá lembrar (pense como se estivesse descrevendo uma uma imagem. O ouvinte precisa “imaginar” por meio das suas palavras)
  8. PERSONALIZE a mensagem: use suas próprias histórias para personalizar a mensagem e gerar identificação com o ouvinte
  9. Esteja atento às suas mensagens NÃO-VERBAIS – sorrir em discussões sérias cria um contraste positivo para a conversa. Seja cuidado com dress code e tom de voz. Faça pausas no momentos certos, para dar tempo de raciocínio ao ouvinte.
  10. Espere por PERGUNTAS. Você não precisa responder tudo no speech inicial, mas deve criar interesse para que o outro faça as perguntas certas que completam as informações que você precisa passar.
  11. Dica extra: esteja a par das técnicas de transição ao responder perguntas cuja resposta não é exatamente o que o ouvinte quer escutar. Exemplo: “Eu não tenho esse dado aqui, mas posso assegurar que…”, ou “Eu concordo com você, e tenho. Certeza de que você irá também concordar que…”.

  12. NÃO MEMORIZE! Repetir um discurso no piloto automático é uma das coisas mais entediantes que você pode fazer. Faça um rascunho do que você quer falar, depois reduza-o para 3-5 anotações que o ajudem a manter o rumo da conversa. Mas garanta que você domina, de fato, o assunto, e o aborde da forma mais natural possível.

Você tem alguma dica extra de como tornar a comunicação mais eficaz e direta? Compartilha aqui nos comentários! Mas não esquece que você só tem 30 segundos!